Blog Apptohome

Taxa condominial: como reduzir

Como reduzir a taxa condominial

No atual cenário de crise econômica no Brasil, com aumento do índice de desemprego e moradores com dificuldades financeiras, igualmente, a redução do valor da taxa condominial tem sido frequentemente pleiteada em condomínios. O orçamento condominial abrange despesas como folha de pagamentos, encargos, contas de energia e água, manutenção e compra de produtos de limpeza. Reduzir a taxa condominial pode afastar a inadimplência e melhorar a avaliação da gestão do síndico. 

Segundo a Associação Brasileira das Administradoras de Imóveis (Abadi), atualmente, o índice médio de inadimplência em condomínios é de 12%, número maior do que a média registrada antes do período de crise econômica, que era de 5% de inadimplência. O elevado número de inadimplentes prejudica as contas dos condomínios, assim, ao reduzir o valor da taxa condominial é possível estimular o pagamento em dia.

 

Quais são as despesas do condomínio?

Cerca de 10% do orçamento é direcionado a gastos administrativos, fundo de reserva, pequenos reparos e taxa da administradora. As contas de energia elétrica, água e telefone representam cerca de 20 a 30% dos gastos do condomínio.

As despesas com a folha de pagamentos de funcionários representa o maior gasto em um condomínio. Estima-se que esse valor seja equivalente a 40 ou 50% do total. Serviços de manutenção de elevadores, bombas de água, portões e seguros diversos correspondem a 15% do orçamento.

Assim, o somatório de todos esses custos direciona o valor da taxa condominial que é pago mensalmente.

 

O que fazer para reduzir a taxa condominial?

Gestão de pessoas

Conforme verificamos acima, os gastos com a folha de pagamentos dos funcionários consome a maior parte do orçamento condominial, logo, é preciso adotar medidas para reduzir os custos. Para economizar com funcionários, demitir nem sempre é a única saída. Os gastos com pagamentos de horas extras podem pesar bastante no orçamento. Em contrapartida, entre permitir que funcionários ultrapassam a jornada de trabalho e acumulem funções, uma nova contratação pode ser mais vantajosa.

Tecnologia

Reduzir a equipe e investir em tecnologia pode proporcionar grande economia aos condomínios. A implantação de portaria remota é uma solução que permite uma economia em cerca de 40% com a redução de gastos com contratações e encargos trabalhistas. Outro sistema que reduz gastos com mão de obra, é a utilização de sistemas de controles de acesso por biometria, que mediante o cadastro das digitais dos moradores, a entrada e saída é controlada.

A utilização de softwares de gestão promove segurança de dados, otimização das atividades e redução de gastos. Existem aplicativos que permitem o agendamento dos espaços, o registro de reclamações no livro de ocorrências, a impressão de boletos e a consulta a documentos digitalmente, portanto, proporcionam economia e praticidade.

Além disso, a contratação de uma administradora de condomínio torna-se dispensável, pois existem sistemas automatizados que realizam diversas atividades que substituem a necessidade de contratar uma administradora tradicional.

Inadimplentes

A inadimplência é um dos maiores problemas da gestão de condomínios, sobretudo quando é uma prática crônica. O síndico precisa agir com urgência para cobrar o pagamento dos inadimplentes e não deixar as contas do condomínio “no vermelho”.

Para equilibrar as contas é válido promover descontos para pagamento antecipado e campanhas para negociar a regularização de dívidas. Com o novo Código de Processo Civil (CPC), o prazo para quitação das dívidas dos inadimplentes foi reduzido. O morador inadimplente está sujeito a responder a processos judiciais e ter bens e contas penhorados. Em síntese, reduzir ou mesmo zerar o número de inadimplentes deve ser a meta de qualquer síndico que queira manter as contas organizadas. 

Contas de água e energia

Para reduzir a conta de água, contar com hidrômetros individuais é uma medida que auxilia no consumo consciente, e, igualmente, gera economia para todo o condomínio. Ações de reutilização da água e implantação de sistemas de armazenamento da água da chuva, por exemplo, são sustentáveis e impactam na redução da conta mensal. 

A instalação de sensores de presença, programação inteligente de elevadores e utilização de lâmpadas LED, por exemplo, são investimentos recuperados em curto e médio prazo, e que representam diminuição do valor a ser pago na conta de energia.

Manutenção

A manutenção preventiva, o conjunto de atividades realizadas para conservar a edificação, é mais econômica para preservar a estrutura física do que realizar obras emergenciais em condomínios. É necessário planejar os serviços de manutenção estrutural e de equipamentos, que precisam passar por diagnósticos e serviços preventivos para evitar gastos maiores posteriormente.

Planejamento

A previsão orçamentária anual é uma boa estratégia para prever os gastos ao longo do ano e identificar possíveis formas de economizar. Afinal, com o planejamento a longo prazo, os síndicos podem avaliar a margem percentual que pode ser aplicada na redução do valor da taxa condominial.

Faça a gestão completa do seu condomínio através do smartphone, tablet e computador! Utilize o APPTOHOME, um sistema completo para gestão, comunicação, segurança e automação do seu condomínio. Faça um teste gratuito aqui!

BAIXE O APP AGORA!

1
Fale com um de nossos atendentes. 👨‍💻👩‍💻
Temos uma oferta especial para seu condomínio! 📱🏢
Powered by
Top